Resenha: Chico Buarque – Turnê “Caravanas” (BH – 14.12.2017)

Foto: Izabela Rodrigues

Chico Buarque é daquele seleto time de artistas que podem ficar um longo período de férias e voltar em plena forma. No auge dos seus 73 Anos, ele lançou o álbum “Caravanas” e caiu na estrada com um novo show. A primeira plateia a ter o privilegio de ir ao seu encontro foi a mineira e o artista desembarcou em Belo Horizonte, no Palácio das Artes.

Após seis anos longe dos palcos, a recepção ao artista foi à altura da saudade dos fãs. Com grande parte da plateia de pé, as cortinas se abriram com Chico sendo ovacionado e ao som de “Minha Embaixada Chegou”, uma canção composta por Assis Valente em 1934. Apesar da escolha da abertura não ser tão conhecida do público, o artista não decepcionou na seleção do repertório de 30 faixas e hits não faltaram.

Canções que afloram o lado romântico, poético e político do cantor se misturaram em um show de quase duas horas, tendo um destaque para essa última faceta, onde não faltaram oportunidades para ecoar da plateia gritos do famigerado “Fora Temer”. Um cenário perfeito para um show do Chico e uma bela “Homenagem ao Malandro”. E é claro que ele adorou tudo.

Mas nem só de protestos vive um show e o que se via o tempo inteiro e em cada canto do teatro era uma plateia de olhos brilhando perante a um grande ídolo. Chico chegou a um patamar de ícone que dificilmente um artista da atualidade chegará. Inteligência e autenticidade não lhe faltam e é por isso que suas composições envolvem tanto as pessoas ao seu redor. Exemplo disso ficou em números como o de “Retrato em Branco e Preto”, “As Vitrines”, “Todo o Sentimento” e “Futuros Amantes”, onde a conexão entre o artista e público ganharam muita força. Nessas horas que é possível perceber o quanto a música é um poderoso instrumento de comunicação e aproximação. O quão é importante se sentir representado e se identificar com determinada canção. E o principal: ter seu pensamento e voz ouvidos, mesmo que através da boca de outra pessoa. Esse é o poder da música. Esse é o poder de Chico Buarque.

Doa a quem doer, Chico é um artista completo e que continuará encantando geração após geração, independente do rumo que sua história tenha tomado ou venha tomar. A turnê “Caravanas” apresenta um artista firme, forte e não há quem possa mudar seu legado. A plateia certa sempre vai estar lá e isso é a única coisa que importa.

Tagged with:

Sobre o autor

Central

Respira música e faz dela a melhor opção de terapia diária. Amante da MPB.

Veja Também

CONTEÚDO

ESSE SITE PUBLICA MUITOS
CONTEÚDOS QUE JÁ FORAM
REPRODUZIDOS NA INTERNET
E OS DEVIDOS CRÉDITOS SÃO
ESPECIFICADOS QUANDO
NECESSÁRIO, COMO NO CASO
DE IMAGENS.

ASSIM COMO A REPRODUÇÃO
DO NOSSO CONTEÚDO
AUTORAL POR OUTROS
SITES DEVE SER FEITA COM
A INDICAÇÃO DO NOME
DO AUTOR INICIAL.

CASO ALGUM DESSES
CONTEÚDOS SEJA DE SUA
AUTORIA, SOLICITE,
ATRAVÉS DO NOSSO
CONTATO, A INCLUSÃO DOS
CRÉDITOS OU RETIRADA
IMEDIATA DO MESMO.

OBRIGADO POR NOS VISITAR
E VOLTE SEMPRE!

Twitter da Central

YOUTUBE