Resenha: Céu – Turnê “Tropix” (BH – 26.05.2016)

central-da-mpb-show-turne-tropix-cantora-ceu-bh-2016-sesc-palladium-foto-izabela-moreira-7

Fotos: Izabela Moreira

A cantora Céu desembarcou em Belo Horizonte na última quinta-feira, 26, para trazer pela primeira vez a turnê do seu novo disco “Tropix”. Do lado de fora do teatro, a noite era de frio, mas certamente o clima seria bem melhor dentro dele. A artista pisou no palco do Sesc Palladium e apresentou um show caloroso, marcado por protesto político e nenhum protocolo a ser seguido. Mas claramente, a única lei ali era se divertir e Céu sabe bem fazer isso.

Com figurino que remetia às divas disco dos anos 70, a cantora abriu as portas da sua pista de dança e não deixou ninguém parado. Céu repaginou suas canções antigas e deixou o repertório inteiramente na vibe tropical do novo disco, o que impossibilitou qualquer desânimo vindo da plateia. Aliás, desde o início, o público já deixou bem claro que tava ali para se divertir, mesmo no espaço limitado das cadeiras do teatro. E foi só a cantora dar o sinal verde de que os fãs poderiam se levantar e chegar perto do palco para a noite, que já prometia, ficar ainda melhor.

A leveza na voz e a simpatia, sempre característicos de Céu, se misturaram com a vibe da plateia que, por sinal, se jogou na onda da cantora e viajou para longe em todos os números do show. Esse longe, exatamente, não dá para definir, mas ficou bem nítido que a artista levou seu público para uma viagem de gratas surpresas com o novo repertório. Ao longo de dezessete canções, Céu prendeu os fãs do começo ao fim e rendeu momentos de puro amor e cumplicidade com eles. A começar por “Contravento”, canção que se tornou obrigatória nos shows da artista e que sempre levanta um coro intenso. O mesmo aconteceu em “Varanda Suspensa”, o ponto alto da noite. Cada linha da música estava na ponta da língua do público, o que deixou Céu com ar de surpresa pela rápida aceitação das novas músicas, já que o lançamento do álbum ainda é bastante recente.

Em “Comadi”, a cantora aproveitou para fazer um pequeno protesto político, em um discurso otimista por dias melhores para o Brasil, que foi acompanhado dos gritos de “Fora Temer” dos fãs. Para descontrair, Céu logo emendou com “Amor Pixelado”, canção que, segundo ela, definitivamente não era para o governo interino. E quando a noite já se encaminhava para o fim, eis que a cantora surpreendeu ainda mais ao chamar os fãs para cima do palco na performance de “A Nave Vai”.

Rapidamente, os “invasores” fizeram uma roda em volta da artista e tomaram conta do palco. Mais do que satisfeita, Céu agradeceu o carinho dos mineiros e deixou o palco. A apresentação ainda se esbarrou novamente na atual situação política do país, quando a plateia pediu que a cantora retornasse ao palco sob o coro de “Volta, querida”, fazendo referência à presidente Dilma. E é claro, ela voltou. Com os fãs ainda nas laterais do palco, a artista apresentou “Sangria” no bis e se despediu de vez.

Apesar do show clamar por produção audiovisual e elementos cênicos que remetem a atual “era dance” da cantora e que, sem dúvidas, dariam um brilho especial nas apresentações, Céu fez um show impecável, daquele tipo que desperta o interesse de ser assistido por diversas vezes. A nave Tropix levantou voo magistral em Belo Horizonte e junto dela veio uma noite inesquecível, que quebrou todas as regras de apresentações em teatros e, exatamente por isso, ficou marcada como uma de suas melhores passagens pela cidade. Se não for a melhor.

Setlist
1. Rapsódia Brasilis
2. Perfume do Invisível
3. Arrastar-te-ei
4. Contravento
5. Comadi
6. Amor Pixelado
7. Etílica
8. Interlúdio
9. Grains de Beauté
10. Cangote
11. Minhas Bics
12. Varanda Suspensa
13. Cordão da Insônia
14. Camadas
15. Chico Buarque Song
16. A Nave Vai
17. Sangria

Tagged with:

Sobre o autor

Central

Respira música e faz dela a melhor opção de terapia diária. Amante da MPB.

Veja Também

CONTEÚDO

ESSE SITE PUBLICA MUITOS
CONTEÚDOS QUE JÁ FORAM
REPRODUZIDOS NA INTERNET
E OS DEVIDOS CRÉDITOS SÃO
ESPECIFICADOS QUANDO
NECESSÁRIO, COMO NO CASO
DE IMAGENS.

ASSIM COMO A REPRODUÇÃO
DO NOSSO CONTEÚDO
AUTORAL POR OUTROS
SITES DEVE SER FEITA COM
A INDICAÇÃO DO NOME
DO AUTOR INICIAL.

CASO ALGUM DESSES
CONTEÚDOS SEJA DE SUA
AUTORIA, SOLICITE,
ATRAVÉS DO NOSSO
CONTATO, A INCLUSÃO DOS
CRÉDITOS OU RETIRADA
IMEDIATA DO MESMO.

OBRIGADO POR NOS VISITAR
E VOLTE SEMPRE!

Twitter da Central

YOUTUBE