Desvendando a música: Barrados na Disneylândia – Baby do Brasil

central-da-mpb-baby-do-brasil-pepeu-gomes-barrados-na-disneylândia-4

Já imaginou ser impedido de entrar em algum lugar porque o seu visual chama a atenção demais ? Pois bem, Baby do Brasil e Pepeu Gomes sabem muito bem sobre esse assunto. Em uma viagem, em 1983, os artistas se envolveram numa situação no mínimo tragicômica ao tentarem conhecer a Disney, história que rendeu uma canção de mesmo adjetivo.

Era para ser apenas mais uma visita comum à casa do Mickey e da Minnie, daquelas milhares que devem acontecer diariamente no parque. E lá foram mais dois visitantes aparentemente também comuns. Chegando lá na terra encantada, a surpresa anunciada por um dos funcionários do parque: “Vocês não podem entrar, vocês vão tirar a atenção dos brinquedos”. Sim, é isso mesmo. A tal terra encantada, da magia e dos sonhos barrou Baby e Pepeu por causa dos cabelos coloridos que ambos usavam.

Assim surgiu “Barrados na Disneylândia”, composição dos dois e lançada no disco “Kryshna Baby” da cantora em 1984. Em uma entrevista dada ao jornal Folha de São Paulo, há alguns anos, Pepeu comentou sobre o episódio: “Fui barrado na Disney por ter o cabelo com sete cores, e foi uma discriminação. Naquela época já daria processo, a gente é que amarelou. Mas era meu sonho de criança, fiquei chorando na porta. Foi uma coisa séria aquilo.”

Já Baby contou a história, no programa “Irritando Fernanda Young” em 2010, de forma bem humorada: “Eu estava grávida de sete meses do meu quinto filho e fui com o Pepeu toda colorida, do cabelo até os pés, para a Disney. Era 4 de julho e, depois que compramos o ticket, quando estávamos para entrar, vi um carrinho tipo uma prisão, era tão bonitinho que eu pensei ser um carrinho qualquer do parque. O cara começou a falar inglês comigo e eu não entendia nada. Uma pessoa traduziu para mim e disse que estávamos sendo barrados por chamar mais atenção do que os brinquedos do lugar. Adorei! Me acabei de rir!”

O visual excêntrico dos artistas, casados na época, era ruim para mais um dia de negócios do parque. Ironicamente, há uma frase bem famosa do criador da Disney que dizia: “Os sonhos existem para tornar-se realidade”. Mas pelo visto, isso só acontece se você não tiver o cabelo colorido e não tirar o foco do que realmente ($$) importa. Sorry, Baby e Pepeu (Risos). Brincadeiras à parte, não se sabe exatamente se o ex-casal ficou traumatizado com o acontecimento. Porém, a situação resultou em uma das canções mais divertidas e lembradas da discografia da Baby, além de um clipe que inevitavelmente faz muitos caírem na risada.

Sobre o autor

Ricardo

Respira música e faz dela a melhor opção de terapia diária. Relações Públicas e amante da MPB.

Veja Também

CONTEÚDO

ESSE SITE PUBLICA MUITOS
CONTEÚDOS QUE JÁ FORAM
REPRODUZIDOS NA INTERNET
E OS DEVIDOS CRÉDITOS SÃO
ESPECIFICADOS QUANDO
NECESSÁRIO, COMO NO CASO
DE IMAGENS.

ASSIM COMO A REPRODUÇÃO
DO NOSSO CONTEÚDO
AUTORAL POR OUTROS
SITES DEVE SER FEITA COM
A INDICAÇÃO DO NOME
DO AUTOR INICIAL.

CASO ALGUM DESSES
CONTEÚDOS SEJA DE SUA
AUTORIA, SOLICITE,
ATRAVÉS DO NOSSO
CONTATO, A INCLUSÃO DOS
CRÉDITOS OU RETIRADA
IMEDIATA DO MESMO.

OBRIGADO POR NOS VISITAR
E VOLTE SEMPRE!

Twitter da Central

YOUTUBE